Os exercícios que ajudam a viver melhor depois dos 30 anos

Fazer atividades aeróbicas que aumentam a resistência do coração e dos pulmões é importante, mas não se esqueça de outros tipos de exercícios menos intenso que são fundamentais para a sua saúde.

Os exercícios ajudam a manter a forma e a evitar doenças cardiovasculares, mas há um tipo de atividades-chave que nos ajudam a envelhecer melhor que parecem ter sido esquecidas. São os exercícios para fortalecer os músculos e ossos e atividades que melhoram nosso equilíbrio.

Há muitos benefícios para a manutenção e melhoria da saúde que esse tipo de exercício produzem em todos os adultos, não apenas nos idosos, e recomenda-se incorporá-los à rotina pelo menos duas vezes por semana.

“Além de exercícios aeróbicos, como caminhada rápida, todos os adultos devem tentar fazer atividades de equilíbrio e fortalecimento duas vezes por semana”, diz Alison Tedstone, diretor do Departamento de Dieta, Obesidade e Atividade Física da Agência de Saúde Pública da Inglaterra.

“Em média, todos vivemos mais tempo, e esta combinação de atividades físicas nos ajudará a estar bem na juventude e a permanecer independentes à medida que envelhecemos.”

Músculos, ossos e equilíbrio

Muitas pessoas não têm clareza sobre a importância de cuidar da força do corpo, em particular dos músculos e ossos, para uma saúde geral. De acordo com especialistas, a massa óssea e a massa muscular tendem a atingir o pico antes de chegarmos aos 30 anos.

Os exercícios de força e equilíbrio ajudam a melhorar o humor, os padrões de sono, aumentar os níveis de energia e reduzir o risco de morte prematura
Os exercícios de força e equilíbrio ajudam a melhorar o humor, os padrões de sono, aumentar os níveis de energia e reduzir o risco de morte prematura Foto: Getty / BBC News Brasil

A partir dessa idade começa um declínio natural. Entre as idades de 18 e 30 anos, esse tipo de exercício aumenta a força muscular e óssea. Entre 30 e 60 anos, eles mantêm a força e reduzem o declínio natural. A partir dos 65 anos, eles preservam nossa força e independência.

Além disso, os exercícios de força e equilíbrio também podem melhorar os resultados futuros após momentos importantes em nossas vidas, como gravidez, menopausa, diagnóstico de doenças, aposentadoria ou período pós-operatório.

Por outro lado, essas atividades ajudam a melhorar o humor, os padrões de sono, aumentam os níveis de energia e reduzem o risco de morte prematura.

Em que consistem esses exercícios?

São recomendados:

* exercícios de resistência, como levantamento de peso ou usando o próprio peso corporal;

* jogos com raquetes, como tênis, pingue-pongue ou badminton;

* dança;

* jogos com bola;

* fazer trilhas.

Os exercícios específicos e sua intensidade devem ser adaptados à saúde e à condição física de cada indivíduo.

Além disso, os especialistas afirmam que atividades como ioga ou tai chi são boas para os ossos, músculos e equilíbrio. Isso pode prevenir quedas, que causam 95% das fraturas de quadril, de acordo com dados do governo britânico.

Por outro lado, a fraqueza muscular aumenta o risco de quedas em 76%, e aqueles que já caíram uma vez têm três vezes mais chances de cair novamente.

fonte:

https://www.terra.com.br/vida-e-estilo/saude/os-exercicios-que-ajudam-a-viver-melhor-depois-dos-30-anos,9f66da0972b68b10f1d74aef7096626a135lbigj.html

3 thoughts on “Os exercícios que ajudam a viver melhor depois dos 30 anos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Abra chat